Nossa história

22 de janeiro de 1922...

Antonio Teixeira de Castro, 30 anos, nascido em Portugal e brasileiro de coração, inaugura sua primeira loja à rua XV de Novembro. 

Profundo conhecedor de arte e pedras preciosas, pesquisador incansável e apaixonado por antiguidades, perfeccionista e extremamente exigente em relação à qualidade de todas as peças que oferecia aos seus clientes, assim era Antonio Teixeira de Castro.

Dinâmico, empreendedor, viajava muito, principalmente à Europa, sempre com sua esposa e maior incentivadora, Julieta Sala de Castro, em busca de objetos originais e raros para seus compradores que esperavam com ansiedade e vibravam com seu bom gosto e talento.

Todo esse clima emocional tinha uma fundamental razão de ser: Antonio amava o que fazia, sua profissão era para ele como um hobby e a ela ele se dedicava inteiramente, saboreando cada nova criação ou aquisição com um prazer indescritível.

Diamantes, rubis, safiras, esmeraldas, muita criatividade, uma equipe impecável de ourives, artesãos e joalheiros escolhidos a dedo e principalmente um indiscutível magnetismo pessoal fizeram com que famílias inteiras se tornassem clientes fiéis de Antonio Teixeira de Castro.